Estudo separa usuários do Facebook em quatro grupos; qual é o seu?

Um estudo de pesquisadores da Brigham Young University, nos Estados Unidos, diz que os usuários do Facebook podem ser divididos em quatros grupos distintos, conforme relata o The Next Web.

Participantes entre 18 e 32 anos responderam 48 perguntas sobre seus sentimentos ao usar a rede social. As 47 pessoas avaliaram declarações como “o Facebook é uma fonte de estresse e isso me deprime” e “o Facebook me ajuda a expressar amor à minha família”. Depois de analisar os resultados, os pesquisadores fizeram entrevistas para entender melhor o feedback.

Construtores de relacionamento

Esses usuários adoram se conectar e promover relacionamentos com seus amigos e familiares. Os construtores de relacionamentos consideram o Facebook uma extensão da vida pessoal, sendo que não enxergam a rede social como uma sociedade virtual aberta, mas sim um lugar onde eles podem compartilhar seus pensamentos, sentimentos e histórias.
Os construtores de relacionamento são as pessoas que compartilham vídeos emocionais, imagens aleatórias e fotos de seus entes queridos, pelos menos quatro vezes ao dia. Eles também comentam e se envolvem em quase todas as postagens do feed de notícias.

Seguidores

Os seguidores são as pessoas que têm o senso de obrigação social de usar a rede social. Este grupo acredita que o Facebook é inevitável e mal postam fotos, atualizam seu perfil ou interagem com outras pessoas. Em geral, as pessoas deste grupo querem ver o que outras pessoas estão fazendo.

Compartilhadores

Os compartilhadores são pessoas que usam o Facebook apenas para informar a todos sobre o que está acontecendo. Eles não sentem a necessidade de compartilhar detalhes sobre suas vidas pessoais ou interagir com entes queridos, mas, por outro lado, eles compartilham notícias e artigos.

Selfies

Este é o grupo dos usuários que usam a rede social para compartilhar detalhes da vida pessoal. São pessoas que gostam de atenção e vivem para os likes, comentários, compartilhamentos e notificações; apesar de apresentarem traços parecidos com as pessoas do grupo de construção de relacionamento, os usuários “selfie” buscam a autopromoção e conexões não significativas.